Quem trabalha com o transporte de cargas está sempre preocupado com uma questão fundamental: escolher a lona para cobertura da melhor maneira possível. Afinal, a segurança e a eficiência têm uma relação direta com o aumento de faturamento.

Esse item representa uma maneira de proteger o material transportado de forma eficiente, evitando possíveis perdas ou prejuízos. Ainda assim, muitos motoristas lidam com o impasse de não saber qual seria o tipo de lona ideal para o seu caso.

Se essa é a sua situação, descubra hoje que pontos deve considerar na hora de escolher a lona correta para sua carga. Continue a leitura e confira!

1. Analise o tamanho da carreta

Esse é um detalhe importantíssimo e que pode ser crucial para uma compra bem-feita. Muitos caminhoneiros encontram uma lona, acham que ela é boa e compram logo de cara. Como você deve imaginar, essa não é a melhor maneira de fazer isso, pois escolher de forma correta envolve analisar o tamanho da carreta para poder fazer uma escolha acertada.

O material pode ser ótimo, mas se não conseguir cobrir a carreta toda pode se revelar pouco útil, concorda? Então, antes de fazer qualquer negócio, não se esqueça de medir qual é o tamanho do caminhão para que a lona para cobertura consiga cobrir todo o espaço.

2. Escolha o melhor material

Engana-se quem pensa que as lonas são todas iguais. Elas são bem diferentes e devem ser usadas de forma específica para cada tipo de transporte. Se você não acredita, basta parar e reparar por alguns dias. É bem provável que encontre caminhões com lonas de diferentes materiais.

Assim como os outros motoristas de caminhão, você também precisa considerar esse ponto, pois, como falamos acima, tudo depende do tipo de carga que você transporta.

Quem carrega grãos, areia, pedra e outros materiais desse tipo deve explorar as famosas lonas de PVC. Elas são as mais comuns e esse é o modelo mais indicado para esse tipo de transporte.

Por outro lado, cargas com um perfil mais “seco”, como o café, farinha e açúcar, devem ter lonas de algodão. Para fechar, o último modelo é a lona de tela, muito usada para quem precisa apenas de uma cobertura para a caçamba.

3. Considere a qualidade da lona

Agora que você já sabe que deve considerar o tamanho e o material específico na hora de comprar a sua lona para transporte, o próximo passo é investir em produtos de qualidade. Nada mais natural, já que é muito frustrante perceber que a lona está rasgando com poucos dias de uso (mesmo depois de ter optado pelo tipo certo).

O melhor caminho é desembolsar um valor maior, pois assim você consegue adquirir um produto melhor e que vai ter uma durabilidade superior. É claro que isso não é nada bom em um primeiro momento, mas pode simbolizar uma grande economia no final das contas, pois não haverá a necessidade de fazer trocas ou reparos.

Pense que a lona deve ser de ótima qualidade, principalmente porque vai ter que lidar com as mais diversas condições climáticas, enfrentando as mudanças de temperatura, chuva, sol escaldante etc. Aproveite o período de negociação para perguntar se o modelo que está comprando é impermeável. Este é outro ponto que merece atenção e vai ajudar a preservar sua carga.

Para fechar, veja também questões como garantia de fábrica, pois assim você fica mais seguro. Acredite: essa é uma maneira de se resguardar e ficar livre de muita dor de cabeça! 

4. Opte pela facilidade de manutenção

A manutenção é um ponto muito importante quando o assunto é a lona para cobertura de carga. Como ela é responsável por aumentar a durabilidade do material, é fundamental que seja feita periodicamente. Portanto, invista em um modelo que seja facilmente limpável, pois isso pode lhe poupar um bom tempo.

Os modelos mais simples, por exemplo, envolvem apenas o uso de água e sabão neutro. Isso significa deixar de lado o uso de escovas e produtos abrasivos  que não são recomendados por poderem danificar a estrutura e tirar o plastificante da lona de PVC. Então, nesse caso, “menos é mais”, ou seja, quanto mais simples for o procedimento, melhor.

Somado a isso é bom evitar arrastar a lona sobre superfícies ásperas e imperfeitas, pois assim você evita eventuais rasgos na estrutura. Para fechar, é recomendado não guardá-la suja ou molhada, pois essas medidas podem danificar o material.

5. Não estique a lona para cobertura

Alguns motoristas caem no erro de utilizar cabos ou ganchos para esticar a lona e assim aproveitá-la melhor. Como você deve imaginar, essa não é uma boa alternativa  assim como qualquer outra atitude que force e desgaste o material. 

Pense que elas servem para proteger e devem vir no tamanho ideal para o seu caminhão. Se elas não conseguirem tampar toda a área, você pode sofrer com a perda de material (uma situação nada agradável, já que poucas coisas são piores que um sinistro de carga, não é mesmo?).

6. Orce o melhor custo-benefício

A maioria das coisas que se compra para o caminhão envolvem um custo alto. Por isso, o ideal é nunca se precipitar e comprar logo com o primeiro fornecedor, mesmo se ele atender a todas as especificidades acima. Procure as melhores opções e que tenham um custo-benefício atraente, pois assim você consegue desembolsar menos dinheiro.

Procure em várias lojas especializadas e veja também na internet. Desta forma, é possível fazer comparações entre as ofertas e escolher a melhor condição.

Agora que você já sabe que pontos considerar na hora de escolher uma lona para cobertura, ficou bem mais fácil agir de forma assertiva, não é mesmo? Considere todos os pontos mencionado antes de fechar o negócio e garanta um percurso ainda mais seguro para você e sua carga. 

Gostou deste artigo? Você conhece outro ponto que deve ser levado em consideração na hora de fazer a compra de lona para cobertura? Deixe um comentário para nos contar suas experiências e ajudar outras pessoas a escolherem suas lonas de forma correta!