Um dos maiores cuidados que você deve ter com o seu caminhão é com o combustível. Se você já fez as contas na ponta do lápis, deve ter percebido que o abastecimento representa mais ou menos metade dos custos no transporte de cargas.

Agora, você vai aprender como fugir do combustível para caminhões adulterado e como mudar hábitos na direção que desperdiçam o combustível. Acompanhe este post!

Evitando combustível adulterado

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) tem aumentado cada dia mais a regulamentação e a fiscalização da qualidade do combustível que colocamos em nossos veículos. Porém, a quantidade de diesel adulterado nos postos brasileiros ainda é grande.

Combustível de má qualidade causa baixíssimo rendimento de seu veículo, além de aumentar a velocidade do processo natural de deterioração do caminhão. Veja agora como não cair nessa armadilha:

Abasteça em postos de confiança

Se for possível, vá sempre ao mesmo estabelecimento. Dessa maneira, caso você desconfie que seu caminhão esteja abastecido com diesel adulterado, fica mais fácil detectar sua origem.

Perceba se a bandeira do posto e das bombas é a mesma

Isso é um fator de confiabilidade na marca. Existem postos no Brasil que tentam enganar o motorista usando as cores de redes conhecidas. Preste atenção a se a bandeira famosa está expressamente exibida em algum lugar, bomba ou uniforme dos frentistas.

Desconfie de combustíveis muito baratos

Ainda mais em tempos de crise, é difícil resistir à tentação de um combustível com preço abaixo da média. Porém, tenha a relação custo/benefício em mente. Geralmente, preço excessivamente baixo é também sinônimo de baixa qualidade. É o famoso “barato que sai caro”.

Verifique se o combustível é certificado

Procure saber a origem do combustível de onde você está abastecendo. Pesquise se o posto faz testes de controle de qualidade do diesel, o chamado “teste de proveta”. Nesse teste, é verificada a densidade do combustível, além da presença de poeira, ferrugem ou água. Qualquer estabelecimento é obrigado por lei a fazer esse teste, sempre que o consumidor pedir.

Guarde os comprovantes fiscais

Caso ocorra qualquer dano ao caminhão por causa do uso de combustível adulterado, você pode recorrer ao Procon. Para isso, você vai precisar de um laudo mecânico.

Se for comprovado que o combustível em seu caminhão é de má qualidade, esvazie totalmente o tanque e reabasteça em outro local. Depois, você deve limpar os bicos injetores e o carburador. Troque também as mangueiras e o filtro de combustível.

Mudando seus hábitos na direção

Além de segurança, dirigir de maneira adequada também pode representar grande economia de combustível. Tenha certeza do seguinte: toda ação que demanda muito do caminhão, consequentemente, vai aumentar sua deterioração e consumo de combustível. Siga as seguintes recomendações:

Use as marchas adequadas

A marcha em que seu caminhão está deve estar de acordo com as rotações do motor. Portanto, fique de olho no conta-giros do painel. Procure manter o ponteiro no meio da faixa verde. Coloque marchas mais baixas na subida. Nas descidas você dificilmente vai precisar usar o acelerador, o que economiza combustível. Em veículos modernos, a injeção de diesel é cortada toda vez que o motorista pisa no freio. Ou seja, não há gasto mesmo que o veículo esteja engrenado.

Não coloque o veículo em “ponto morto”

Colocar o veículo em “ponto morto” ou “banguela” nas descidas é um engano muito comum entre os motoristas. Além de arriscado, deprecia muitas peças do caminhão, que são forçadas a trabalhar em uma velocidade maior do que a tolerada. Fora isso, o motor trabalha como se estivesse engrenado em uma marcha menor, quando na realidade sua velocidade é mais alta.

Mantenha a velocidade moderada

Além de pouco seguro, excesso de velocidade também aumenta o consumo de combustível. O melhor aproveitamento do diesel acontece na faixa que vai de 40 km/h até 70 km/h. E, acima de 88 km/h, o gasto é proporcional: a cada 1 km/h, o gasto de combustível aumenta em 1%. Arrancadas, acelerações e freadas bruscas também vão influenciar esse consumo.

Planeje a rota antecipadamente

Dessa forma, você evita ter que lidar com imprevistos. Perceba que nem sempre o trajeto mais curto é o melhor. Leve em consideração o tipo de estrada (se é asfaltada ou não), a conservação do pavimento, a quantidade de morros e o número de pedágios ao longo do caminho.

Fique atento à sinalização

Existem trechos de estradas e centros urbanos em que é proibida a circulação de caminhões. Quase sempre existem placas de advertência posicionadas de antemão, mostrando a proibição. Atente-se para elas, evitando multas e gastos de combustível com voltas muito grandes.

Evite grandes centros urbanos

Principalmente nos horários de pico, os congestionamentos são frequentes. Mas não vá por caminhos alternativos que não conhece. Você vai acabar perdendo seu tempo perambulando e desperdiçando combustível.

Não ultrapasse o limite de peso

Primeiramente, trafegar com carga excedente é ilegal. Além disso, aumenta a depreciação do caminhão como um todo, sobretudo dos pneus. Depois, o excesso de peso força mais o motor, aumentando o consumo de combustível. Para que você tenha uma ideia, o consumo de diesel aumenta cerca de 1% a cada 20 quilos acima da capacidade do caminhão.

Dirija com os pneus calibrados

Rodar com pneus vazios acarreta uma exigência maior do motor do caminhão e, portanto, um gasto maior de combustível. Conduzir veículo sem a calibragem correta dos pneus aumenta em até 25% o consumo.

Faça revisões periodicamente

Troque os filtros de ar e combustível a cada 10 mil quilômetros rodados. Verifique sempre o estado dos bicos injetores e limpe-os quando for necessário. Cheque semanalmente os níveis de água e óleo. Faça o alinhamento e balanceamento a cada 15 mil quilômetros.

Teste por um mês colocar as recomendações acima em prática. Compare com o mês anterior e você perceberá facilmente a diferença. Além de economizar em combustível, você vai aumentar a vida útil do seu caminhão e de seus componentes.

Se você achou que nossas dicas sobre combustível para caminhões foram úteis para você, não deixe de curtir a página da Proteauto no Facebook!