A cada dia que passa diversos setores do mercado e também da vida cotidiana começam a ser pensados do ponto de vista da tecnologia.

A maneira como nos comunicamos e a forma como consumimos informação e produtos, por exemplo, são atravessadas por vários processos tecnológicos e, por isso, precisamos nos esforçar para não ficar para trás.

Em um cenário de grande competitividade, você, caminhoneiro, também necessita estar atento a essas transformações cada vez mais rápidas e buscar sempre se modernizar.

Afinal, o fator tecnológico otimiza e automatiza inúmeros processos, o que significa diminuição do tempo ocioso, aumento da produtividade e consequente melhoria na prestação dos seus serviços e também na sua qualidade de vida.

São várias as tecnologias no setor caminhoneiro que auxiliam na planificação da rota, na segurança do seu veículo e no gerenciamento da frota.

Neste post, vamos apresentar algumas delas e daremos dicas de como essas tecnologias podem melhorar significativamente sua rotina na estrada. Confira!

Sistema de Gerenciamento de Armazém

No seu dia a dia em depósitos, você já deve ter escutado a sigla em inglês WMS (Warehouse Management System). Ela significa, na verdade, um software que auxilia no gerenciamento da armazenagem e pode trazer inúmeros benefícios em diversas etapas do seu trabalho.

E não pense que somente empresas com vários caminhões e um grande armazém necessitam dessa tecnologia. Ao contrário, essa automatização auxilia na competitividade de negócios de vários portes, diminuindo os erros de expedição e aumentando a agilidade na preparação dos pedidos.

Isso porque, utilizando-se desse sistema, você pode controlar toda a cadeia logística, desde o recebimento do produto, seu armazenamento e separação até a sua expedição.

A automatização associada à tecnologia de código de barras, por exemplo, permite que, durante o processo de expedição da carga, os clientes recebam um SMS informando a data da entrega.

Por meio de um programa de computador, é possível estabelecer prioridades de entrega àquelas cargas urgentes ou perecíveis.

O software ainda pode cruzar dados dos clientes, traçando rotas mais eficientes — já considerando as restrições de circulação, horários e limite de peso — e garantindo que o seu caminhão rode sempre cheio.

Essa sistematização permite, ainda, que sua empresa tenha a localização exata de onde as mercadorias estão armazenadas, o que facilita o escoamento e o controle preciso do estoque.

Isso ajuda você a planejar o abastecimento das linhas de produção para que não ocorram interrupções não programadas.

Sistemas de Gerenciamento de Transporte

Essa tecnologia de gerenciamento do transporte visa controlar e medir o desempenho de cada operação, com o fornecimento de dados em tempo real por meio do GPS do caminhão.

Ela traz benefícios muito importantes para uma melhor gestão das frotas e dos fretes, calculando o custo-benefício e, com isso, permitindo a visualização de rotas mais ou menos rentáveis. Assim, podemos entender falhas e gargalos, buscando aperfeiçoar ações futuras.

É necessário esclarecer que um sistema de gerenciamento bem-feito prevê a leitura integrada de diversos dados.

Por isso, ele deve começar a ser pensado desde o cadastro de documentos — com contatos e perfis dos clientes, das cargas e das rotas —, passando pelo consumo de combustível estimado, até a formulação de relatórios de desempenho.

Sistemas de rastreamento e monitoração

Com o desenvolvimento das tecnologias no setor caminhoneiro, uma das grandes tendências do mercado é a crescente conectividade.

Tanto entre empresas quanto entre caminhoneiros, é cada vez mais frequente a troca simultânea de vários dados, seja por meio de aplicativos de mensagem ou por sistemas mais robustos de informações.

Esses sistemas de comunicação integrada permitem troca de informações em tempo real, não somente a partir de mensagens de texto, mas também do compartilhamento de imagens de câmeras acopladas aos veículos e conectados a uma central de monitoramento, por exemplo.

Os sistemas de rastreamento podem obter informações instantâneas sobre a localização da frota, andamento das viagens e velocidade média.

Reunidos e tratados, esses dados podem sugerir ao caminhoneiro boas opções de parada, oficinas mecânicas mais próximas, além de replanejar estimativas e prazos de entrega baseadas em condições reais.

Tecnologias contra o roubo de cargas

Além de auxiliarem no planejamento das entregas, os sistemas de rastreamento também podem ser bastante úteis para a segurança do caminhoneiro na hora de prevenir e, até mesmo, impedir surpresas desagradáveis, como roubo de cargas.

Infelizmente, os dados sobre esse tipo de crime em nosso país são alarmantes — o Brasil é campeão mundial no roubo de cargas —, e o uso da tecnologia para combatê-lo é, cada vez menos, uma opção.

Uma das alternativas para os caminhoneiros é justamente o rastreamento automatizado do seu veículo por satélite em que uma central de segurança pode, por exemplo, constatar a movimentação por uma rota não prevista no plano original e mandar comandos que impeçam a circulação do caminhão.

Numa rede interligada, esse processo de localização e comunicação torna possível que outros profissionais possam ser informados sobre o crime, promovendo desvios e alertando autoridades.

Por isso, a sistematização deve ser encarada como uma importante aliada das empresas também dos motoristas autônomos.

Outras tecnologias no setor caminhoneiro

Além desses sistemas que destacamos ao longo do post, é preciso que o profissional da estrada esteja atento às mudanças consideráveis que o mercado de transportes vem sofrendo ao longo do tempo.

E isso tem a ver com o avanço de novas tecnologias em setores muito diferentes, como a logística e o meio ambiente.

Assim, estar preparado para as tecnologias do setor caminhoneiro significa também buscar inovações mais automatizadas e racionais para toda a cadeia produtiva.

Na renovação da frota, por exemplo, busque comprar veículos de empresas que se preocupam em desenvolver tecnologias que diminuam a emissão de gases poluentes, que aumentam o rendimento do caminhão e que operem com combustíveis mais limpos.

Além disso, busque sistematizar informações que possam contribuir para manutenções preventivas, que são muito mais baratas. Busque aplicativos que ajudem a monitorar o desgaste dos pneus, dos freios e dos lubrificantes.

Um simples aviso automático de que é hora de trocar algum componente pode representar uma economia e tanto, evitando que seu caminhão fique ocioso.

E aí, você acha que já está preparado para esse novo mundo tecnológico? Compartilhe este texto nas redes sociais e converse com outros profissionais sobre as novas tecnologias no setor caminhoneiro!