Este artigo traz as melhores dicas de segurança para caminhoneiros. Destacamos aqui como o sono é importante na vida desse profissional, interferindo diretamente na segurança das viagens.

Muitos sabem que, a curto prazo, dormir pouco é sinônimo de reflexos fracos e cansaço, da mesma forma que uma boa noite de sono ajuda na hora de fazer uma viagem segura, com o corpo e a mente descansados. O que poucos sabem é que, a longo prazo, a falta de sono traz outros incontáveis riscos à saúde .

Pensando nisso, no texto de hoje abordamos alguns desses riscos e fornecemos as melhores dicas para que você, caminhoneiro, faça viagens seguras. Ficou interessado? Então continue a leitura!

Uma boa noite de sono pode ser o grande diferencial na hora de pegar a estrada

Segundo a Fundação AAA para Segurança no Trânsito, pessoas que dormem menos de cinco horas por dia têm quatro vezes mais chances de se envolver em acidentes de trânsito do que quem costuma dormir oito horas.

Isso ocorre porque os caminhoneiros precisam de atenção redobrada em suas funções diárias, e uma boa noite de sono dá mais energia e melhora o desempenho cognitivo, isto é, faz com que os motoristas se concentrem na estrada sem dispersão.

Você já passou por uma consulta em que o médico receitou descanso ou repouso? Então, dormir bem e com qualidade funciona como um dos melhores medicamentos. Nesse período seu corpo diminui o gasto de energia com coisas supérfluas e se concentra em organizar-se e recuperar-se.

A falta de sono traz riscos reais tanto para o presente quanto para o futuro

Existe um ciclo que muitas pessoas desconhecem: uma boa noite de sono gera um bom dia de atividades (ou lazer), que por sua vez gera outra boa noite de sono. Para cumprir prazos, muitos caminhoneiros optam por economizar tempo e dobrar a carga de trabalho, quebrando esse ciclo. Como o corpo humano tem seus limites, essas escolhas acabam sendo ruins.

Pesquisas indicam que aproximadamente 50% dos caminhoneiros brasileiros fazem uso de substâncias psicoativas, os famosos rebites, que mantêm os cérebros “acesos” e o trabalho dos usuários em ritmo acelerado. A frequência varia de três vezes a todos os dias da semana. Esse consumo, além de ocasionar problemas de saúde (como alterações cardíacas, por exemplo), pode causar dependência.

Riscos ocasionados pela falta de sono a curto prazo:

  • sonolência, cansaço e falta de reflexo;
  • alterações abruptas de humor;
  • perda da memória de fatos recentes;
  • impotência sexual;
  • lentidão do raciocínio;
  • comprometimento da criatividade;
  • desatenção e dificuldade de concentração;
  • vista turva ou embaçada;
  • dificuldade de executar tarefas como planejamento e execução.

Riscos ocasionados pela falta de sono a longo prazo:

  • falta de vigor físico, desânimo constante;
  • comprometimento do sistema imunológico;
  • envelhecimento precoce;
  • tendência a desenvolver doenças como diabetes, obesidade e distúrbios gastrointestinais;
  • diminuição do tônus muscular;
  • perda da memória (crônica).

Colocar a saúde em risco não é a resposta. Fazer escolhas que proporcionam uma boa noite de sono e uma viagem segura, é. No tópico a seguir, traremos algumas dicas para que você alcance esse objetivo.

As 9 melhores dicas de segurança para caminhoneiros: pequenas atitudes que podem melhorar a qualidade do sono

1. Durma entre 6 e 8 horas por noite

Pessoas acima de 26 anos e abaixo de 65 anos de idade devem dormir por pelo menos 7 horas seguidas. Na impossibilidade, observe os limites – nunca menos de 6 ou mais de 9 horas – e tire cochilos de pelo menos 40 minutos quando estiver com sono. Essa média evita distúrbios do sono, problema que vem crescendo, segundo a Sociedade Brasileira do Sono.

2. Evite passar mais do que duas horas consecutivas ao volante

Sabemos que essa é uma média difícil de seguir, por isso, caso seu percurso dure mais, divida seu tempo em blocos e descanse. Procure locais seguros e faça pausas de vinte minutos. Durante essas pausas, caminhe ou faça exercícios, como agachamentos e flexões, pois eles atuarão no estímulo da circulação sanguínea e, portanto, da oxigenação do cérebro.

3. Opte por dormir em locais em que você se sente seguro

A sensação de segurança é um fator muito importante para uma boa noite de sono, pois conseguimos relaxar de verdade quando nos sentimos seguros. Além de buscar por locais seguros para descansar, fazer parte de uma rede de caminhoneiros comprometidos a se proteger mutuamente pode ser uma boa forma de aliviar a tensão.

4. Prefira consumir comidas leves em pequenas quantidades

Para evitar o consumo de grandes porções de alimentos no período da noite, tente fazer pequenas refeições de três em três horas ao longo do dia. Escolha alimentos leves, pois quanto mais pesado for o alimento, mais o organismo terá que trabalhar para realizar a digestão, ocasionando cansaço, sono e desânimo.

5. Evite bebidas estimulantes

Após as 18 horas, evite consumir bebidas que contenham cafeína, como café, refrigerantes derivados da cola ou do guaraná, chá-mate, chá-preto etc.

6. Durma em locais escuros

Se seu descanso for no caminhão, vede as janelas para deixar o ambiente o mais escuro possível. Se for em hotéis (e similares), mantenha as janelas bem fechadas e com cortinas. A escuridão estimula a produção da melatonina, hormônio que o corpo produz para induzir o sono.

7. Deixe seu ambiente de descanso silencioso

Não durma com a TV, o rádio ou computador ligados; seu corpo precisa de conforto acústico para relaxar. Além disso, uma música em tom mais alto, uma cena de tiroteio etc podem ocorrer a qualquer momento, interrompendo seu descanso.

8. Evite aparelhos eletrônicos nos momentos que antecedem seu descanso

Celulares, tablets e computadores são prejudiciais nesse período; além de manterem a claridade, que já dissemos ser prejudicial para a produção do hormônio do sono, eles aceleram nossas atividades cerebrais. Ou seja, funcionam como estimulantes.

9. Reduza a ansiedade

Muitas pessoas se sentem ansiosas no momento de dormir, como se estivessem “matando” o trabalho. Saber que o descanso é vital não resolve o problema; portanto, é recomendável que essas pessoas invistam em exercícios de respiração. Inspirar e expirar lentamente é um deles.

Você curtiu essas dicas de segurança para caminhoneiros? Lembrou-se de outras? Deixe um comentário neste artigo, suas dicas e experiências podem salvar vidas. Além disso, nós queremos saber a sua opinião e as suas ideias sobre o assunto!