Quando você trabalha por muito tempo numa mesma posição, é normal que comece a sentir algumas dores e tensão nos músculos. Porém, se você não fizer algo para minimizar esses efeitos, logo sua saúde pode ser prejudicada. Por isso, é importante pensar na ergonomia para caminhoneiros enquanto você atua como motorista. É isso ou ter problemas de postura para a vida inteira.

A palavra “ergonomia”, de forma bem simples, é o estudo da interação funcional entre o ser humano e a tecnologia. Dessa forma, você pode usar uma máquina, inclusive um caminhão, com o mínimo de danos e máximo de eficiência.

Mas isso não depende só de quem construiu a máquina. Também é sua responsabilidade usá-la da forma correta para não prejudicar a saúde. Por exemplo, vários motoristas sofrem com câimbras constantes, hérnias e outros problemas causados pela má postura durante o trabalho. Se você não quer cair nessa situação, é melhor tomar algumas atitudes.

E para ajudá-lo a melhorar, trouxemos aqui algumas dicas de ergonomia para caminhoneiros que você pode adotar facilmente. Confira:

Apoio para os braços

Durante a viagem, você certamente vai precisar mover bastante os braços, seja para trocar de marcha, girar o volante, dar um sinal para outro caminhoneiro, etc.

Isso significa que seus braços vão ficar suspensos a maior parte da sua viagem, o que exige que se faça um pequeno esforço nos ombros, pulsos e cotovelos. Pode parecer pouco, mas ao ficar assim por muitas horas, obviamente seu corpo vai sentir os efeitos.

Colocar apoios para os braços no seu banco é a forma mais simples de resolver esse problema. Dessa forma, você poderá relaxar um pouco mais os braços e evitar um grande desgaste ao longo do tempo.

Mãos retas no volante

Naturalmente, para conduzir o caminhão, você precisa girar o volante, a menos que esteja em uma eterna linha reta com um veículo perfeitamente alinhado. Pode ser algo bem simples, mas ainda há várias possibilidades de falha na ergonomia para caminhoneiros aqui. Especialmente, se existirem outros problemas dentro da cabine.

O ideal é que os braços estejam relaxados e retos ao manipular o volante, não arqueados ou excessivamente esticados. Neste caso, basicamente, você fará um esforço desnecessário para guiar o carro e desperdiçará energia.

Se a distância entre você e volante não é suficiente para relaxar enquanto guia o veículo, então há outro problema que você precisa resolver primeiro. Veremos a seguir.

Alinhamento do banco

A posição do seu assento em relação ao volante é um fator muito importante na qualidade da sua condução. Se o banco estiver muito para trás, você terá dificuldade para alcançá-lo. Se estiver muito perto, precisará arquear os braços e cair no mesmo problema que acabamos de mencionar.

Além disso, se o banco e o volante estiverem desalinhados, você necessitará ficar com o corpo torto para o lado durante toda viagem.

Dependendo de cada situação, esse tipo de problema pode ser bem fácil de resolver. É só ajustar a posição do banco a fim de você conduzir o veículo com maior conforto.

Caso não consiga ajustar a posição de jeito nenhum, então o problema pode estar na estrutura da cabine. Talvez seja hora de passar no mecânico ou até trocar de caminhão.

Posição dos pés e joelhos

Quando falamos em ergonomia para caminhoneiros, as pernas são tão importantes quanto qualquer outra parte do corpo. Afinal, são elas que operam o acelerador, freio e embreagem. Sendo assim, se elas estiverem muito restritas ou esticadas, você logo vai começar a sentir algum incômodo.

Posicionar corretamente seus pés sobre os pedais e deixar os joelhos bem alinhados — não arqueados — são atitudes simples que podem melhorar em muito sua qualidade de vida no seu trabalho como caminhoneiro.

E já que você precisa passar a maior parte do seu dia dirigindo, é melhor fazer tudo para continuar um motorista saudável, não é mesmo?

Posição das mãos na hora de trocar a marcha

Um ponto bem pequeno da sua condução, mas que nem sempre é lembrado em termos de ergonomia, é o câmbio. Mesmo que seus braços estejam sempre alinhados em relação ao volante e relaxados sobre um apoio, ainda pode ser que você se contorça demais para fazer a troca de marchas, o que reduz bastante a eficácia de suas outras ações preventivas.

O ideal é que não haja muito esforço para alcançar e mover o câmbio, bastando relaxar o braço e deslocá-lo para o lado. Se esse não for o caso, pode ser uma boa ideia trocar a alavanca de marcha, deixando-a mais longa ou curta de acordo com sua necessidade.

Postura da coluna durante a viagem

Este não é só um problema de ergonomia para caminhoneiros, mas sim para todas as pessoas que trabalham sentadas a maior parte do dia. Se você prestar atenção em sua própria coluna durante a viagem, provavelmente, vai notar que ela está torta para um lado, desalinhada e forçando a base. Nada bom para sua saúde.

O correto é deixar seu corpo em uma posição que relaxe ao máximo suas costas sem jogar todo o peso nos ossos. Coloque a base da coluna encostada na parte de trás do assento e alinhe o corpo para que fique tão reto quanto possível.

Paradas regulares ao longo do trajeto

Mesmo com todas essas atitudes, nada adianta se você forçar seu corpo constantemente. Independentemente da ergonomia, você vai precisar mudar de posição, levantar, caminhar, esticar os músculos, descansar e, só depois, voltar a dirigir. Para isso, servem as paradas durante a viagem.

O ideal é fazer ao menos uma pausa de pelo menos 15 minutos a cada duas horas dirigindo, não importa se você estiver se sentindo muito bem. Ou seja: não deixe para fazer paradas apenas quando estiver com o organismo esgotado.

Além disso, obviamente, se você estiver com dores, sono ou apenas cansado de ficar na mesma posição, não se sinta mal em fazer uma parada extra. É melhor para todos que você chegue em boas condições ao seu destino.

Agora que você entende um pouco mais sobre ergonomia para caminhoneiros, pode fazer tudo certo para preservar sua saúde durante as viagens. Acha que mais pessoas podem ganhar qualidade de vida com essas dicas? Então, compartilhe este artigo em suas redes sociais e ajude outros motoristas!