Solução definitiva para conseguir mais trabalho e otimizar os ganhos nas viagens, o compartilhamento de cargas tem ganhado cada vez mais adeptos entre os caminhoneiros autônomos no Brasil. Por outro lado, as empresas e transportadoras também estão se beneficiando da logística compartilhada para a redução de custos com serviços de transporte.

Pensando nessa revolução colaborativa, explicaremos aqui tudo sobre o compartilhamento de cargas, inclusive, falaremos sobre como aderir a essa modalidade e quais são os benefícios que ela proporciona ao caminhoneiro.

Também apresentaremos ao leitor alguns apps que auxiliam nessa conexão entre empresas e caminhoneiros. Tem interesse no assunto? Então continue a leitura!

Saiba de fato o que é o compartilhamento de cargas

A logística compartilhada é uma nova tendência no setor de transportes e, por que não, uma boa maneira de se driblar a crise? Nesse cenário, o compartilhamento de cargas ajuda a manter o mercado funcionando.

Baseando-se na lógica da economia colaborativa, outra tendência recente, o compartilhamento de cargas funciona a partir de parcerias firmadas entre empresas e profissionais autônomos a fim de que se otimize as viagens de distribuição de suas cargas.

Na prática, é bem simples. Digamos que o caminhoneiro feche um frete para uma rota específica e que a carga da empresa contratante só preencha 40% do espaço disponível no caminhão. Com o compartilhamento de carga, nosso caminhoneiro poderia ocupar os 60% restantes com uma carga de outra empresa que precise ser levada para algum ponto do mesmo trecho.

Na volta da viagem, esse caminhoneiro poderá ainda ser contratado por uma terceira empresa que precise transportar alguma mercadoria pelo trecho que ele fará na volta da viagem.

Entenda quais são seus benefícios

Dessa forma o profissional motorista de caminhão pode ampliar a lucratividade do seu negócio atendendo a mais demandas. Já as empresas podem garantir com maior margem de segurança que seus prazos sejam cumpridos, além de terem acesso a serviços de transporte que, compartilhados com outras empresas, acabam apresentando menor custo.

Ou seja: todo mundo sai feliz, trata-se de um excelente negócio para ambas as partes: empresa e caminhoneiro. Para a empresa, há ainda a vantagem da eliminação dos gastos com a manutenção de uma frota própria, supondo-se que haja a adesão total dessa companhia ao sistema de compartilhamento de cargas no seu transporte.

Até mesmo o meio ambiente sairá ganhando. Com o compartilhamento de cargas, menos caminhões rodarão nas estradas, já que as demandas de transporte das empresas poderão ser atendidas com uma frota reduzida cuja capacidade será amplamente aproveitada. Com menos caminhões rodando, haverá menor impacto ambiental, ou seja, diminui-se a queima do óleo diesel e, consequentemente, a emissão de CO2 na atmosfera.

Saiba como aderir

Para aderir ao compartilhamento de cargas, uma empresa precisa primeiro encontrar parceiros. Feito isso, em um esforço conjunto, as partes deverão elaborar um estudo detalhado para a montagem de uma cadeia de abastecimento que atenda às suas demandas. Dessa forma é possível montar uma rede de transporte colaborativo.

Para isso, há profissionais especialistas que podem montar esse sistema, identificando os melhores parceiros para as empresas e elaborando todo o itinerário que será posto em funcionamento com o transporte compartilhado de suas cargas.

Outro modo de conseguir ter acesso a esse sistema de logística compartilhada é usando alguns aplicativos que conectam empresas e caminhoneiros autônomos. Como essas ferramentas funcionam online e via geolocalização, elas possibilitam ao motorista pegar trabalhos de onde estiverem.

Conheça os apps para compartilhamento de cargas

1. TruckPad

Com uma base de cerca de 300 mil profissionais cadastrados, essa é uma excelente opção de app que pode ser usado no compartilhamento de carga. Para o caminhoneiro usá-la, basta fazer o download gratuito nas lojas digitais e preencher as informações cadastrais, que incluem as características e a capacidade do seu caminhão.

Pronto! O TruckPad fará o resto: achar a carga mais próxima e colocar o caminhoneiro em contato direto, por chat, com o contratante para negociarem os valores do serviço.

Para a empresa também é supersimples. Você fará um cadastro e informará as especificações do frete, tais como a data e local da retirada, prazo de entrega, além de informações sobre o volume e tipo de carga, tipo de caminhão e carroceria necessários para o serviço etc.

A partir daí, o aplicativo informa quais são as melhores opções de embarcação entre as centenas de milhares de profissionais cadastrados em um raio de 50 quilômetros.

Vale mencionar que a ferramenta abrange não apenas o território nacional, mas um total de 8 países da América Latina. Além disso, o serviço está disponível tanto para Android, quanto para iOS e Windows Phone.

2. Quero Frete

O Quero Frete funciona de maneira similar ao anterior. É gratuito e pede um cadastro com dados do motorista e do caminhão. Trata-se de uma plataforma em site que tem sua versão em aplicativo, tudo muito completo. O Quero Frete tem até mesmo um sistema de pagamento próprio, no qual a empresa poderá pagar pelo serviço do caminhoneiro com cartão de crédito.

Feito o pagamento, o dinheiro será liberado ao motorista mediante o envio de fotos do descarregamento da carga, tudo é feito pela plataforma. Diferente do TruckPad, esse app só abrande o território brasileiro e está disponível apenas na plataforma Android.

3. Sontra Cargo

Já o Sontra Cargo funciona como um mediador entre empresa e motorista e exibe em formato de anúncio os fretes ofertados. Como se fosse uma seção de classificados, só que exclusivamente pensada para caminhoneiros encontrarem trabalho.

O aplicativo seleciona os caminhoneiros cujo perfil se encaixa melhor às especificações das cargas anunciadas pelas dezenas de milhares de empresas e transportadoras. Feito esse ajuste, o aplicativo libera o telefone da empresa para que o motorista dono do perfil selecionado entre em contato para acertarem os detalhes do trabalho.

O aplicativo aceita cadastro de pessoas físicas e agenciadores de carga também, além de ter abrangência de todos os estados brasileiros e estar disponível nas três principais plataformas digitais: Android, iOS e Windows Phone.

O Sontra Cargas tem uma funcionalidade de integração com os mapas do Waze e também é 100% gratuito, tanto para os contratantes quanto para os motoristas.

E então, caminhoneiro, viu como o compartilhamento de cargas pode ajudar a aumentar a sua lucratividade? Para receber mais dicas e informativos como este, siga-nos no Facebook e fique em dia com a gente.