15 dicas simples para evitar o desgaste de peças do caminhão

9 minutos para ler

Concorda que todo caminhoneiro está sempre procurando formas de economizar e de viajar com mais segurança, não é? Nesse sentido, evitar o desgaste de peça de caminhão é um dos grandes objetivos de quem ganha a vida pelas estradas.

Considerando as más condições de muitas rodovias brasileiras e a grande quantidade de quilômetros rodados em cada viagem, seu veículo precisa de muito cuidado para continuar funcionando bem. Pensando nisso, este conteúdo mostra quais são as peças que merecem atenção especial, desde os pneus até o óleo do motor, passando pelo filtro separador de água, a embreagem e o líquido de arrefecimento.

Fique atento às 15 dicas que trouxemos neste post. Boa leitura!

1. Dirija com segurança

A primeira dica não é de manutenção, mas é fundamental para a conservação do veículo. Muitos motoristas não percebem que o seu modo de dirigir influencia a vida útil dos componentes do caminhão.

Praticar a direção defensiva e seguir orientações de segurança são ações que ajudam a evitar o desgaste de peças do caminhão. Ao dirigir com mais cuidado, você exige menos do motor e de outros componentes do veículo, como os pneus, a suspensão e os sistemas de embreagem e de freio.

Cada peça do caminhão tem uma vida útil estipulada pelo fabricante. Para durar todo esse período e se manter em boas condições até lá, esses cuidados com o modo de direção são fundamentais. Se o veículo for usado em condições mais severas, as peças sofrerão desgaste excessivo e necessitarão, certamente, de manutenção.

2. Realize as manutenções preventivas

Outra ação indispensável para evitar o desgaste do caminhão é antecipar as necessidades de manutenção. As manutenções corretivas, realizadas apenas quando algum componente já está quebrado, não são as melhores opções para cuidar do seu veículo.

O ideal é avaliar e substituir as peças antes, em revisões preventivas. A prevenção impede que um componente desgastado cause problemas em peças e sistemas próximos. Deixar de trocar o fluido lubrificante, por exemplo, pode trazer sérias consequências para as peças do motor. Por isso, é essencial realizar revisões periódicas no caminhão com um mecânico de confiança.

3. Cuide dos pneus

Ter atenção com esses componentes é outro fator muito importante para o caminhoneiro. Eles são projetados para suportar todo o peso do veículo e da carga, portanto, você nunca pode rodar com pneus ruins. Ao enfrentar as irregularidades das estradas brasileiras, esse cuidado precisa ser ainda maior.

Mantenha sempre os pneus calibrados adequadamente, seguindo as orientações para a carga que você está levando. Rodar com eles muito cheios ou murchos pode causar desgastes irregulares e até a perda do pneu. O excesso de pressão pode gerar, também, problemas na suspensão.

Por isso, ao comprar pneus para o seu caminhão, não aceite os chamados meia-vida. Eles não estão em boas condições e podem causar riscos tanto para as peças do veículo quanto para a sua segurança. Se você observar um amassado nas rodas, não tente consertar sozinho — procure um borracheiro para resolver o problema.

4. Cheque o óleo do motor

Esse componente cumpre três funções importantes no motor do caminhão: lubrificar as peças para minimizar o atrito, refrigerar o sistema e vedar contra gases provenientes da combustão. Dessa forma, ele é fundamental para conservar o motor e evitar o desgaste de peças do caminhão.

É importante, portanto, checar com frequência o nível e a viscosidade do óleo, para garantir que ele está em condições de realizar seu papel regularmente. Uma dica é realizar a troca do líquido no tempo correto e se certificar de colocar o produto adequado para o seu caminhão.

5. Fique atento ao filtro separador de água

Igualmente, é necessário acompanhar o filtro que regula o óleo utilizado para lubrificar o sistema de injeção eletrônica. Quando essa peça não está em boas condições, perde a capacidade de drenar a água e pode causar desgastes na bomba de combustível, na bomba injetora e nos bicos injetores.

6. Use a embreagem corretamente

A embreagem do caminhão merece atenção especial. O motorista deve utilizar o pedal com cuidado, para evitar desgastes. Nunca use a embreagem como freio, por exemplo. Acionar o pedal da embreagem sem necessidade causa o aquecimento do sistema e exige excessivamente dos componentes.

Outros cuidados necessários com a embreagem:

  • evite arrancadas bruscas;
  • não descanse os pés sobre o pedal;
  • passe as marchas com moderação;
  • não sobrecarregue o caminhão;
  • não use a embreagem para alterar a rotação do motor.

7. Abasteça com combustível de qualidade

Utilizar diesel de qualidade é essencial para o funcionamento do motor e de todo o sistema do caminhão. O uso de combustível ruim diminui a vida útil do veículo e pode causar problemas, como aumento do consumo, perda de força do motor e entupimento dos bicos injetores. Por isso, tenha muito cuidado com os locais onde você costuma abastecer e tenha sempre atenção a sinais de combustível adulterado.

8. Verifique o líquido de arrefecimento

Esse fluido atua refrigerando o motor e garantindo que ele funcione em uma temperatura adequada. Antes de pegar a estrada, você precisa se certificar de que o líquido está no nível indicado. Se for preciso completar o fluido constantemente, é importante investigar a existência de vazamentos no reservatório.

O cuidado se faz necessário porque rodar sem o líquido de arrefecimento pode causar problemas sérios nos componentes do motor. O superaquecimento do sistema tem consequências graves e caras. Por isso, procure um mecânico ao primeiro sinal de dificuldades com a temperatura.

9. Faça o alinhamento e o balanceamento

Para quem trabalha viajando, esses dois serviços são ainda mais importantes do que para os motoristas comuns. Um veículo desalinhado ou com rodas desbalanceadas, além de ficar desconfortável e inseguro, enfrenta desgastes excessivos nos pneus e em componentes mecânicos da direção e do sistema de suspensão.

10. Respeite o limite de carga do caminhão

Esta dica é, de fato, indispensável para quem trabalha na estrada: respeite o limite de carga do seu veículo! O motivo é que o excesso de peso prejudica o desempenho do caminhão, que demora mais para atingir a velocidade na rodovia.

Igualmente, a sobrecarga do veículo pode dificultar a desaceleração em um momento crítico na estrada, devido ao esforço realizado pelos freios na hora da frenagem. Esse fator compromete, ainda, o sistema de ignição, que fica muito aquecido.

11. Use software de gerenciamento de carga

A dica anterior nos traz a esta, pois um software de gerenciamento de carga ajuda o profissional a ter controle sobre o peso máximo que o veículo pode carregar, sem danificar os sistemas e os mecanismos acionados durante o deslocamento do caminhão pela rodovia.

Assim, um programa de planejamento de carga melhora a logística para que o caminhoneiro realize a entrega de mercadorias em determinado prazo. Ele otimiza, ainda, a visibilidade da cadeia de fornecimento.

12. Utilize peças originais

É verdade que peças originais de caminhão costumam ter um valor maior em relação a itens não genuínos. No entanto, produtos com certificado dos fabricantes e regulação de órgãos de inspeção nacionais e internacionais oferecem mais segurança para o motorista e têm um amplo prazo de durabilidade no veículo.

Apesar disso, se o motorista insistir em comprar peças não originais para o caminhão, pode ter de lidar com algumas consequências e adversidades. É o caso de constantes falhas nos sistemas do caminhão, acarretando possíveis acidentes de trânsito e colocando em risco não apenas a vida do caminhoneiro, mas também, de todos os pedestres e motoristas que transitam na área.

13. Dê atenção aos sinais

Para não correr risco, é preciso ficar atento a qualquer sinal de mau funcionamento do caminhão. Um exemplo disso é a coloração da fumaça, componente que deve ser sempre analisado pelo motorista em um local seguro, seja parado em um posto de combustível, seja com o veículo estacionado na garagem.

O normal é que a fumaça esteja com uma coloração entre branca e cinza-azulado, pois se o gás estiver muito escuro, pode ser um sinal de que há algo errado com o motor. Adversidades como a condição térmica e o excesso de óleo no catalisador podem causar esse tipo de problema.

14. Mantenha o filtro de ar sempre limpo

Você sabia que manter o filtro de ar do caminhão sempre limpo é uma garantia de segurança? Na verdade, essa parte do veículo é uma das principais em termos de mecânica e, quando está suja ou danificada, prejudica a ventilação do automóvel e pode superaquecer as demais peças. Isso implica, ainda, maior gasto com o combustível durante uma viagem.

15. Não sobrecarregue o caminhão

Por fim, tenha muita atenção com o excesso de peso que leva no seu veículo. Sobrecarregar o caminhão vai desgastar todos os componentes do veículo, tornando mais difícil que eles mantenham a sua vida útil.

Conheça os limites especificados para o modelo do seu caminhão e siga as orientações do fabricante. Colocar mais carga do que é suportado pode parecer um lucro hoje, mas você corre o risco de enfrentar grandes prejuízos com danos ao motor e outros sistemas.

Sem dúvidas, esses 15 cuidados são essenciais para evitar o desgaste de peça de caminhão. Guardando essas informações e acompanhando de perto as manutenções do seu veículo, você garante que ele se mantenha em boas condições. Assim, é possível rodar com mais segurança e economia!

O que achou dessas sugestões? Tem mais alguma para compartilhar? Deixe um comentário no post!

Posts relacionados

Deixe um comentário