Entenda a importância do sistema de arrefecimento do motor!

6 minutos para ler

O sistema de arrefecimento do motor é imprescindível para o funcionamento e desempenho de um veículo, evitando danos sérios e diversos transtornos. É um conjunto de elementos que mantém a temperatura do motor em níveis ideais, eliminando o superaquecimento.

Todo veículo a combustão gera altas temperaturas, por isso, é preciso manter o sistema de arrefecimento em boas condições para preservar a vida útil do motor — especialmente os caminhões, que enfrentam longas horas de esforço e funcionamento contínuo durante a jornada de trabalho.

Se você deseja preservar o seu veículo e evitar complicações capazes de causar prejuízos, entender mais sobre o assunto é muito importante. Pensando nisso, confira neste post o que é o sistema de arrefecimento do motor, sua importância e dicas para cuidar melhor desse componente!

O que é o sistema de arrefecimento do motor?

O sistema de arrefecimento do motor é um conjunto de itens que atua para resfriar o motor e impedir o superaquecimento das peças. Trata-se de um sistema que mantém o motor na temperatura ideal para o funcionamento, evitando o desgaste e a fundição do motor.

Sendo assim, o sistema de arrefecimento é composto pelos seguintes itens:

  • radiador — tem a função de realizar a troca de calor, em que a água quente que circulou no motor é resfriada para iniciar um novo ciclo;
  • reservatório — acondiciona toda a água do sistema de arrefecimento, além ser o local para abastecer o sistema e conferir nível;
  • bomba d’água — acionada pela correia do motor, é responsável por fazer a água circular pelo sistema;
  • válvula termostática — é responsável por regular a entrada de água no motor e início dos ciclos de resfriamento;
  • sensor de temperatura — também conhecido como cebolinha, é responsável por indicar a temperatura da água e motor;
  • aditivo — é um produto adicionado na água para evitar a evaporação ou congelamento;
  • mangueiras — responsáveis por conduzir a água no sistema de arrefecimento.

Como o sistema de arrefecimento funciona?

Considerado um sistema cíclico, o arrefecimento é indispensável para o funcionamento do veículo. Tudo funciona de forma simples, em que a bomba impulsiona a água com o fluido pelas galerias internas do motor, resfriando o cabeçote e retornando para o radiador.

Assim, após resfriar o motor a água permanece quente, devido à troca de calor, e no radiador é novamente resfriada para voltar ao ciclo. Todo o fluxo é controlado pela válvula termostática, que permite a circulação da água e, assim, mantém o motor na temperatura adequada durante o funcionamento.

Quais danos o superaquecimento pode causar?

O superaquecimento do motor é um problema extremamente sério, pois provoca o desgaste e interrompe o funcionamento. Sendo assim, quando a temperatura está acima do ideal, a consequência é fundir o motor, parando o funcionamento imediatamente.

Diante disso, o proprietário deve procurar uma mecânica especializada para fazer a retífica do motor, processo complexo e que gera custos elevados. Nesse caso, é preciso substituir peças e a qualidade do motor é comprometida, desvalorizando o veículo.

Qual a importância dos fluidos de arrefecimento?

Para garantir a correta refrigeração do motor e durabilidade para trafegar sem contratempos, é preciso tomar alguns cuidados. Nesse sentido, o fluido de arrefecimento é indispensável e contribui de forma considerável para a eficiência do processo.

Ao ser adicionado na água do sistema de arrefecimento do caminhão, o fluido atua para impedir que a água evapore ou congele. Dessa forma, é possível manter os níveis adequados e evitar perdas, que podem comprometer o resfriamento e provocar danos severos no motor.

Quais as causas de falhas no sistema de arrefecimento?

Diversos fatores podem causar problemas no sistema de arrefecimento do motor, desde problemas elétricos, vazamentos e até obstruções. Por isso, é muito importante que o motorista saiba quais são os possíveis motivos de falhas para monitorar e adotar cuidados preventivos.

Veja, a seguir, os principais fatores que podem comprometer o sistema de arrefecimento do caminhão!

Falta de manutenção preventiva

A falta de manutenção preventiva é o motivo mais comum dos problemas que acometem o sistema de arrefecimento. É preciso verificar o nível de água diariamente e fazer as manutenções na data correta, para evitar falhas inicialmente imperceptíveis, mas que causam danos graves durante a condução.

Radiador obstruído

A obstrução das aletas do radiador também é um motivo frequente de problemas no sistema de arrefecimento, pois impede o resfriamento da água. É possível que algumas partículas e sujeiras se acumulem no interior e reduzam o fluxo de água, causando o superaquecimento.

Falta de líquido de arrefecimento

Devido a vazamentos ou longo tempo sem completar o nível correto, a falta de água também dificulta o resfriamento adequado do motor do caminhão. Sendo assim, é outro motivo que pode provocar problemas sérios e superaquecer o motor.

Problemas na válvula termostática ou hélice

Algumas falhas no termostato podem impedir que a água chegue até o radiador, permanecendo no motor e causando o superaquecimento. Além disso, outra causa comum de problemas no sistema de arrefecimento é quando a hélice do radiador não aciona, dificultando o resfriamento da água.

Como evitar o superaquecimento do motor dos caminhões?

Você viu até agora que os problemas que afetam o sistema de arrefecimento do motor são muitos e causam grandes dores de cabeça. Por esse motivo, é imprescindível adotar cuidados preventivos e monitorar a mecânica, independentemente do ano de fabricação ou quilometragem do veículo.

Para isso, você pode inserir os seguintes hábitos na sua rotina:

  • faça manutenções preventivas regularmente;
  • antes de ligar o veículo, confira o nível de água;
  • fique atento ao termômetro no painel;
  • leve o veículo ao especialista para substituir a água;
  • utilize o aditivo para arrefecimento;
  • faça uma inspeção visual frequentemente para verificar vazamentos;
  • mantenha a água no nível indicado pelo fabricante.

Como você percebeu, o sistema de arrefecimento do motor é um recurso indispensável para o funcionamento do veículo. Portanto, mantenha sempre em boas condições e cuide da manutenção para evitar dor de cabeça e prejuízos significativos, capazes de comprometer o seu trabalho.

Gostou do post? O que acha de ver conteúdos e novidades incríveis sobre diversos assuntos importantes sobre a sua profissão? Não perca tempo e siga a Proteauto nas redes sociais! Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube!

Posts relacionados

Deixe um comentário