A qualidade do armazenamento de cargas é uma parte muito importante do processo de transporte. Se não houver o devido cuidado, pode ser que os produtos sejam danificados ou que fiquem tão desorganizados que o resto da entrega acaba sendo comprometida. Por isso tantas transportadoras adotam a paletização de cargas para facilitar essa tarefa.

Paletizar nada mais é que utilizar paletes para permitir o empilhamento de todos os produtos dentro do estoque. Caso você ainda não saiba, um palete é uma plataforma padronizada sobre a qual os produtos são colocados. Você certamente já o viu em alguns armazéns e estoques de mercados. Quando é necessário pegar um lote, basta usar uma empilhadeira para pegar o palete e toda a carga será transportada.

No Brasil, o tamanho padrão de um palete é 1 metro por 1,2. Eles podem ser feitos de 3 materiais:

  • madeira: geralmente pinho, que é mais resistente. É o tipo mais comum utilizado;
  • plástico: mais usado por empresas de produtos químicos, já que outros materiais se corroeriam mais facilmente;
  • aço: comum em câmaras frigoríficas por ser mais fácil de limpar e resistente às baixas temperaturas.

Ainda não sabe por que deve fazer a paletização das suas cargas? Então continue lendo e entenda mais sobre esse recurso.

Quais as vantagens da paletização de cargas?

A paletização de cargas traz inúmeras vantagens para o seu estoque. Selecionamos algumas para que você entenda melhor. Acompanhe! 

1. Otimização do espaço

Empilhar produtos em um estoque é uma das melhores maneiras de aproveitar seu espaço. Se você pudesse contar apenas com a altura do chão para distribuir diversas caixas de produtos, logo seu espaço estaria ocupado. Da mesma forma, se você empilhasse todas as caixas umas sobre as outras, teria que retirar todas elas sempre que fosse buscar algo que está no fundo.

Ao utilizar os paletes, você permite que cada conjunto de caixas seja deslocado como uma só peça com mais facilidade. Isso permite usar muito mais a verticalidade do seu estoque, aproveitando prateleiras mais altas sem comprometer a praticidade, o que facilita muito a logística.

2. Mais facilidade no controle de estoque

Além de melhorar seu espaço, a paletização de cargas também permite que você organize e administre melhor as cargas dentro do estoque. Por exemplo, você pode atribuir um número de registro a cada palete durante seu recebimento, associado aquele número ao tipo de carga, sua localização, destino etc. Assim, no lugar de procurar por uma pilha de caixas, você pode buscar diretamente o palete que precisa.

3. Versatilidade para diversas cargas

Como já mencionamos, todo palete feito no Brasil segue o mesmo padrão de 1 metro por 1,2 em sua construção, independentemente do material. Isso significa que qualquer loja, armazém, comércio ou transportadora segue a mesma estrutura, sem considerar o tipo de produto que será armazenado.

Graças a essa previsibilidade, você pode planejar um estoque ou o transporte de uma carga com muito mais facilidade, pois não há muitos riscos de desencontro entre o espaço de armazenamento, o caminhão e o tamanho do lote.

Pode não parecer algo tão relevante, mas você certamente já passou por algum atraso em uma entrega porque o processo de armazenamento foi mais demorado do que o previsto. O uso dos paletes é justamente para evitar esses casos.

Métodos de paletização de cargas mais eficazes

Há várias formas de aplicar a paletização em seu trabalho, seja no estoque ou no transporte de carga. Porém, cada uma apresenta pequenos diferenciais e vantagens separadas. Dependendo do seu contexto e recursos disponíveis, um pode ser mais adequado do que o outro. Aqui estão alguns dos principais que você deve conhecer:

Drive-in ou compacta

O nome “drive-in” vem do fato que há espaço para apenas uma carga em cada entrada. Neste modelo, são usadas estantes com um espaço estreito entre as vigas, mas que ainda é suficiente para a passagem de uma empilhadeira carregada. Dessa forma, o veículo entra pelas vigas, deixa a carga no final desse pequeno corredor e pode retirá-lo depois da mesma maneira.

A principal vantagem aqui é o aproveitamento do espaço. Como não há necessidades de corredores entre as prateleiras do estoque, toda a carga pode ficar bem próxima entre si, o que aumenta em até 85% a utilização do espaço físico.

Drive-thru

Este é bem similar ao modelo anterior, mas com uma diferença chave: há duas entradas para o porta paletes. No sistema drive-in, só é possível acessar a carga por um lado, o que significa que caixas colocadas no fundo são mais difíceis de acessar.

No Drive-thru, há um segundo corredor do outro lado de uma estante compacta, por onde outra empilhadeira pode passar. Esse método de paletização permite aproveitar mais o espaço, sacrificando ainda menos a mobilidade e praticidade do estoque. Também é muito útil para quem precisa pegar mercadoria rapidamente e depois separá-la com mais cuidado.

Push-back

Nesse tipo de paletização de cargas, é utilizada uma estante especial de 4 níveis de profundidade com esteiras e travas sensíveis ao peso. Quando uma carga é depositada sobre ela, a trava é liberada, permitindo que a próxima caixa depositada empurre a atual para trás (push-back), até que todos os níveis estejam preenchidos.

O push-back permite um bom aproveitamento do espaço, tanto vertical quanto em profundidade, mas sua maior qualidade é a organização. Cada local de armazenamento pode ser designado a um tipo de produto específico, em vez de usar só o palete como referência. Isso facilita muito a busca por uma carga e acelera o trabalho de armazenamento.

Estantes sobre bases móveis

Este é o modelo mais tecnológico de paletização, mas também é um dos mais eficientes. Neste caso, são criadas várias estantes compactas, as quais são colocadas sobre um trilho, deixando apenas o espaço de um corredor sobrando.

Todas são colocadas próximas e, quando for necessário acessar uma carga, as estantes são deslocadas pelos trilhos, abrindo um corredor direto ao produto. Dessa forma, há o mesmo aproveitamento de espaço do modelo compacto, mas sem a perda de praticidade no acesso aos produtos.

Como você pôde perceber, a paletização de cargas traz muitos benefícios para a gestão de estoque. Além de ser versátil, otimiza consideravelmente o espaço e permite uma praticidade maior no controle do material estocado. 

Agora que você entende mais sobre o assunto, já sabe por que deve adotar este sistema em seu armazenamento. Se quiser mais dicas para melhorar o tratamento de suas cargas, veja aqui como escolher a melhor lona de proteção.