O uso do celular no volante, infelizmente, é a causa de muitos acidentes no Brasil e no mundo. Apesar de ser um objeto muito importante para nos comunicarmos por motivos pessoais ou profissionais, jamais deve ser utilizado enquanto se está guiando. A regra para os motoristas é básica: em caso de necessidade de realizar chamadas ou trocar mensagens, estacione e use o aparelho.

O simples ato de segurar o celular envolve uma série de riscos, causados pelo desvio do foco do motorista. É preciso manter os sentidos voltados para o trânsito para evitar acidentes.

Neste artigo, vamos explicar alguns dos diversos riscos do uso de celular pelo motorista para que você entenda que nunca deve usá-lo no volante. Confira!

Fazer uso de celular ao volante coloca em risco pedestres e motoristas

Um ato aparentemente simples, de olhar a tela do celular por um segundo, coloca em risco a vida tanto de motoristas quando de pedestres à sua volta. Um acidente provocado pela pessoa que está usando o aparelho pode envolver ferimentos e até a morte de diversas pessoas. Isso sem falar na destruição parcial ou total dos veículos.

Portanto, antes de fazer uso de celular no volante, pense no direito à vida e à segurança das pessoas que estão próximas a você.

Falar ao telefone no carro é mais perigoso em dias de chuva

Nos dias chuvosos, as pistas ficam mais escorregadias, aumentando o risco de acidentes. Portanto, nesses dias, é preciso ter atenção redobrada. Se usar o telefone celular para atender, fazer ligações ou ler e enviar mensagens representa perigo quando a pista está seca, imagina quando está molhada.

Ler mensagens no volante tira a atenção do motorista

Os motoristas devem dedicar a máxima atenção quando estão dirigindo, seja em ruas, seja em autoestradas. Ao decidirem usar o celular, estão dividindo a atenção com o aparelho. Esse ato significa colocar a vida em risco devido à perda de controle do veículo.

Muitas pessoas já morreram no trânsito por causa daquela rápida e inocente olhadinha no WhatsApp. Tentar dividir nossa atenção no trânsito com o celular é colocar vidas em risco. Portanto, olhe e responda às mensagens somente quando seu veículo estiver estacionado.

Usar o telemóvel ao volante aumenta o tempo de reação do motorista

Quando ocorre uma freada ou qualquer imprevisto no trânsito, o condutor deve esboçar reação rapidamente para evitar um acidente. Porém, ao fazer uso de celular no volante, esse tempo para uma reação aumenta bastante. De acordo com um estudo feito pelo Ministério dos Transportes, o motorista demora 35% a mais para reagir para realizar alguma manobra urgente e necessária naqueles momentos.

E isso pode ser fatal diante de uma freada brusca, uma pessoa que atravessa fora do sinal ou um carro que surge na contramão, por exemplo.

Manusear o telefone celular no volante gera multas para o condutor

O Código Brasileiro de Trânsito prevê multas para o condutor que for flagrado manuseando ou simplesmente segurando o aparelho celular enquanto estiver dirigindo. A multa atual é de R$ 293,47. O valor a pagar pode ser gerado até mesmo no sinal vermelho, com uma simples “olhadinha na tela”. Multas desse tipo só vão aumentar as despesas do motorista, que já incluem IPVA e seguro.

Segurar o aparelho na direção retira pontos na CNH

Além da cobrança de multa, o Código Brasileiro de Trânsito prevê a retirada de sete pontos da carteira do motorista. Ao perder esses pontos, o condutor pode ter prejuízos e até perder a CNH.

A punição vale tanto para motoristas de carros de passeio quanto para caminhoneiros profissionais. Para evitar esse problema, o motorista deve estacionar em algum lugar permitido para atender ou fazer chamadas, ler ou enviar mensagens urgentes.

Segurar o celular com uma das mãos reduz a firmeza ao volante

O motorista deve segurar com as duas mãos o volante para evitar acidentes. Essa é uma das orientações mais básicas para os condutores. Quando se usa uma das mãos para segurar o telefone móvel, se reduz a estabilidade, segurança e firmeza. Logo, não será possível manobrar de maneira segura.

Olhar o celular não ajuda a manter a distância segura no trânsito

Para evitar colisões e outros acidentes, os motoristas precisam manter a chamada distância segura dos carros à frente. Ao fazer uso de celular no volante, será mais difícil manter corretamente essa distância. Afinal, você estará prestando menos atenção no que está fazendo. Com isso, o risco de colisões aumenta de maneira considerável.

Digitar mensagens aumenta os riscos no trânsito

Qualquer tipo de uso de celular no volante aumenta os riscos de acidentes, até mesmo o simples ato de segurá-lo. No entanto, escrever mensagens envolve graus mais elevados de risco. Isso vale para quaisquer mensagens, sejam elas digitadas em aplicativos, redes sociais, e-mails ou sites. O fato é que a mensagem tira o foco visual do condutor, essencial para a segurança no trânsito.

Fazer ligações ou ouvir áudios atrapalha a audição

Todos os sentidos do motorista devem estar “ligados” na hora de dirigir, em especial a visão e a audição. Porém, quando ele faz uso do celular no volante para realizar chamadas ou simplesmente para ouvir algum áudio, perde o foco auditivo. Isso significa que pode deixar de ouvir um som de alerta, como uma buzina de carro ou de bicicleta.

Portanto, nunca faça telefonemas nem ouça áudios enquanto estiver no trânsito — nem mesmo no sinal vermelho. Se precisar realizar uma chamada importante, estacione em algum local apropriado e use seu telefone.

Agora que você sabe quais são os graves riscos do uso do celular no volante. Portanto, é importante jamais usar o aparelho enquanto estiver conduzindo, não é mesmo? Além de preservar a sua vida e a de pedestres e dos outros motoristas, ainda vai evitar prejuízos, como consertos decorrentes de batidas ou pesadas multas.

Este conteúdo ajudou você a saber mais sobre as regras de trânsito? Então, comece a seguir a gente agora mesmo no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn para receber sempre informações importantes e atuais para o motorista sobre condução!