12 boas práticas de direção defensiva para caminhoneiros

9 minutos para ler

Pessoas que passam sua vida nas estradas sabem dos riscos que vêm acompanhados do trânsito. Afinal, o número de acidentes e de mortes nas rodovias brasileiras é assustador.

Não é à toa que as técnicas de direção defensiva para caminhoneiros sejam tão importantes: elas previnem acidentes e ajudam a dar mais segurança àqueles que vivem sobre quatro rodas.

Pensando nisso, separamos 12 dicas de direção defensiva para caminhoneiros. Acompanhe, agora, e contribua com um trânsito mais responsável!

1. Faça ultrapassagens de forma segura

Colisões frontais representam a principal causa de morte nas rodovias brasileiras, embora correspondam a apenas 3% do total de acidentes em nossas BRs. Elas estão relacionadas, sobretudo, com manobras indevidas e, de acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal, houve um aumento de 18% no número de ultrapassagens perigosas em 2020 em relação a 2019.

Esse é um número preocupante e deve — ou pelo menos deveria — fazer com que todos os motoristas redobrem a atenção no momento das ultrapassagens. Em uma realidade em que as estradas, em sua maioria, não são duplicadas, a situação é ainda mais grave.

Dessa maneira, a regra na hora de ultrapassar é prudência. Certifique-se de que na pista oposta nenhum outro veículo esteja vindo e nunca realize a manobra em faixa contínua.

2. Respeite a sinalização e os limites de peso

Respeitar a sinalização é o mínimo que todo bom caminhoneiro deve fazer. Isso garante, em alguma medida, a segurança de todos que circulam pelas vias e a boa organização do trânsito.

Para caminhões, em específico, algumas regras chamam a atenção. Uma delas é a circulação pela faixa preferencial para veículos pesados. Isso é importante para garantir que automóveis leves possam transitar em uma velocidade compatível com o permitido nas estradas e, consequentemente, evitar retenções desnecessárias e acidentes.

Outra norma que deve ser bem observada pelos caminhoneiros diz respeito aos limites de peso. Como todo profissional das estradas deve saber, circular com mais carga por eixo do que o permitido, além de sobrecarregar o próprio caminhão, danifica as estradas.

Essa combinação — asfalto danificado e veículo acima do peso — pode ser fatal em muitos casos. Observe, por exemplo, quantos caminhões tombam todos os dias ou provocam acidentes em função disso.

Então, não contribua com o aumento dessas estatísticas! Adote uma postura mais responsável e respeite os limites das rodovias e do próprio automóvel que você controla.

3. Tenha a manutenção do caminhão em dia

Antes de cair na estrada, é fundamental conferir todos os itens de segurança do caminhão e garantir que o motor esteja em perfeito funcionamento. Nesse sentido, uma série de cuidados devem ser tomados a fim de se praticar a direção defensiva. Confira o check list que organizamos e entenda quais componentes do veículo devem ser observados.

Itens internos:

  • sistema de embreagens;
  • freios de mão;
  • pedal dos freios.

Injeção eletrônica:

  • velas de ignição e cabos de vela;
  • sistema de injeção;
  • filtros de ar e de combustível;
  • limpeza dos bicos.

Cofre do motor:

  • líquido de arrefecimento;
  • vazamentos em mangueiras;
  • correias e tensores;
  • nível de óleo.

Geometria:

  • alinhamento da direção;
  • balanceamento das rodas;
  • calibragem dos pneus.

4. Evite dirigir à noite

Para conseguir um melhor rendimento financeiro, a maioria dos caminhoneiros acaba rodando durante a noite. Isso não é, necessariamente, um problema. Porém, pensando em questões como pouca visibilidade, estradas mal sinalizadas e esburacadas, dirigir durante a noite é muito mais perigoso do que durante o dia.

Pensando nisso, é interessante que o caminhoneiro dê preferência a fretes que possam ser realizados durante o dia. Eventuais perdas decorrentes dessa priorização nem se comparam aos prejuízos de um acidente.

5. Tenha atenção redobrada em trechos urbanos

O habitat natural do caminhão, sem dúvidas, é a estrada. No entanto, em muitos trechos, é necessário passar por perímetros urbanos, em que o trânsito é carregado e há a presença de muitos pedestres.

Nesses locais, a atenção deve ser redobrada, principalmente, sobre a altura máxima do veículo para circulação nas vias. Qual caminhoneiro já não passou pela situação de ter que refazer um trajeto porque o caminhão não passaria por um viaduto ou árvore de determinada rua?

Ou, pior: de forma imprudente, o caminhoneiro passa pela a estrutura (alça viária, túnel, viaduto) e fica preso a ela. As consequências de um acidente como esse podem ser muito graves.

Tais situações podem ser facilmente evitadas por meio do planejamento da viagem. Na prática, isso significa estabelecer um itinerário bem organizado, capaz de prever todas as rotas a serem percorridas. Para otimizar essa tarefa, um GPS é uma ferramenta muito bem-vinda.

6. Saiba dimensionar o tamanho do caminhão

Quando o assunto é direção defensiva para caminhoneiros, saber dimensionar o tamanho do caminhão é mais do que necessário. Muitos motoristas — confiantes demais em suas habilidades ao volante — acabam fazendo manobras arriscadas, colocando a segurança de todos em risco.

Não convém, de forma alguma, realizar ultrapassagens “apertadas” ou dividir a curva com outros veículos. Esses são casos clássicos em que caminhoneiros podem provocar colisões por não saber dimensionar o tamanho do carro que dirigem.

7. Dirija dentro do limite de velocidade

Obedecer a sinalização já foi um ponto abordado anteriormente, porém, nunca é demais insistir: dirija dentro dos limites de velocidade! Como costumam dizer caminhoneiros mais experientes: “caminhoneiro morto é caminhoneiro sem salário“.

Essa máxima resume bem o que queremos expressar: não adianta correr para ganhar mais, se a sua viagem for interrompida por uma tragédia. Parece muito dramática essa abordagem, mas, infelizmente, a realidade é bastante cruel.

Todos os dias, morrem pessoas pelas estradas brasileiras, e muitas delas são caminhoneiros. Por isso, não se exponha a esse risco. Dirija com cautela e trabalhe com aquilo que você gosta por muito mais tempo.

8. Use o farol alto de forma adequada

Uma das boas práticas de direção defensiva para caminhoneiros é usar o farol alto de forma adequada. Ainda há certa reticência quanto a esse recurso, mas o fato é que ele não está ali à toa, e pode ser de grande utilidade em determinadas situações. Logicamente, com o cuidado em não atrapalhar os outros condutores.

Via de regra, esse equipamento só deve ser utilizado em circunstâncias nas quais não ocorra riscos para si mesmo e para os outros. Na prática, isso ocorre quando há uma distância segura para os demais, ou quando você está trafegando sozinho na pista, em vias sem sistema de iluminação pública, por exemplo.

9. Tenha mais cuidado em pista molhada

Não é preciso ser um caminhoneiro experiente para saber que é preciso ter mais cuidado quando o asfalto não está seco. Afinal, a água reduz o atrito e aumenta consideravelmente o tempo de frenagem, além de prejudicar a visão e tirar a atenção dos condutores.

Lembre-se de que um dos acidentes mais comuns é a colisão traseira, e eles podem ser facilmente evitados se dermos a distância adequada para outros veículos. Por conta disso, tenha atenção a esse detalhe e forneça um espaço considerável para reduzir a velocidade e conseguir parar.

10. Observe sempre os retrovisores

Essa é outra das boas práticas de direção defensiva para caminhoneiros que pode parecer banal, mas que faz muita diferença na hora de evitar acidentes. Você deve sempre observar atentamente seus retrovisores, estando livre na estrada, preso em um belo engarrafamento, antes de dar partida ou para fazer qualquer manobra.

Não tem jeito: carros, motos ou mesmo pedestres podem surgir de repente, e você precisa antecipar isso. Fique na postura correta e ajuste os espelhos de maneira adequada. Capriche na sinalização, sempre que for fazer uma conversão ou estacionar. Usar a seta é imprescindível para minimizar problemas na estrada.

11. Utilize a tecnologia a seu favor

A tecnologia está aí para nos ajudar em diversas situações, inclusive, quando estamos na estrada. Felizmente, nos dias de hoje, contamos com muitos recursos interessantes, que estão bem mais acessíveis.

Os aparatos tecnológicos são dinâmicos e funcionais, podendo ajudar, por exemplo, a escolher os trajetos mais seguros e com menores chances de intercorrências. O GPS, por exemplo, é uma ferramenta básica, que pode conceder informações relevantes em qualquer rodovia.

12. Não olhe o celular enquanto dirige

Por fim, não poderíamos falar de boas práticas de direção defensiva para caminhoneiros sem mencionar que não devemos, sob hipótese alguma, olhar o celular enquanto dirigimos. Por mais óbvio que isso possa parecer, o fato é que costumamos achar que uma olhadinha não tem problema e, em questão de segundos, a situação que pode causar um acidente está formada.

Não se esqueça de que toda sua atenção deve estar direcionada para a pista, e não para a tela do seu telefone. Uma boa dica é, até mesmo, desligá-lo ou, pelo menos, desativar os sons de avisos de mensagens ou chamadas. Qualquer distração prejudica sua visão e concentração, o que é inaceitável dirigindo um caminhão.

Como você pode acompanhar neste texto, direção defensiva para caminhoneiros tem a ver com a forma como devemos nos portar nas estradas. E vamos admitir: as questões abordadas são simples de serem colocadas em prática. Basta ter atenção ao seu próprio comportamento na cabine. Seguindo todas as dicas que listamos aqui, temos certeza de que você terá melhores condições de dirigir com segurança.

Gostou do post? Então, curta a nossa página no Facebook e tenha acesso a muito mais conteúdo!

Posts relacionados

Deixe um comentário