Ao longo da sua carreira como caminhoneiro, sempre haverá algum problema que deixará o veículo parado. Pode ser um acidente, problema no motor ou qualquer coisa do tipo, mas você terá que esperar um bom tempo pelo guincho. Porém, há apenas um problema: o guincho não leva o caminhão carregado a lugar algum. O que muitos se perguntam aqui é: por quê?

Mesmo que você tenha a resposta, ainda fica outra questão: o que fazer quando isso acontecer? Não é como se você pudesse jogar a carga do seu cliente do lado da estrada e levar o caminhão embora. Mas entender por que as seguradoras fazem essa escolha e como você pode solucionar esse tipo de problema são formas simples de voltar rapidamente ao trabalho e não perder o dia.

Se você ainda não sabe por que o guincho não leva o caminhão carregado e também quer uma forma de se livrar desse problema quando ele ocorre, não se preocupe. Apenas acompanhe e descubra tudo que precisa saber nos próximos tópicos!

Qual é o problema com os caminhões carregados?

Pode até parecer alguma proibição arbitrária quando o rebocador do seguro não aceita levar o seu caminhão junto com a carga até o ponto de parada mais próximo na estrada, ou ao mecânico. Apesar disso, há bons motivos para que isso aconteça. A seguir, veremos os dois principais.

Excesso de peso para o guincho

Nem todo guincho tem a potência necessária para arrastar um caminhão de grande porte pelas ruas da cidade sem causar algum tipo de acidente. A maioria tem um motor potente, é verdade, mas alguns ficam no limite para levar certos veículos mais pesados por longos períodos de tempo. Nesses casos, pode ser que o guincho quebre.

Para evitar esse tipo de risco, a seguradora pede que os guinchos só levem os caminhões quando estão descarregados, minimizando o peso que será arrastado. É melhor aceitar esse tipo de restrição do que correr o risco de deixar seu caminhão derrapar e tombar enquanto é rebocado. Isso seria muito pior no fim das contas.

Risco de dano à carga

Outro motivo pelo qual o guincho não leva o caminhão carregado é o próprio valor da carga. Talvez você já tenha um contrato de seguro para o seu caminhão, capaz de cobrir o valor do guincho, mas isso não significa que a proteção se estenda para a carga que você está levando, especialmente, se ela for muito cara e/ou frágil. Na hora de levantar a parte dianteira do caminhão, todo o conteúdo pode tombar e ser danificado.

Como regra, as seguradoras não fazem o guincho de caminhões que contenham cargas de alto peso ou de alto valor. O motivo é simples: elas não querem ter que pagar por algo assim caso seja quebrado durante a viagem. Na verdade, o contrato pode até vetar o pagamento do guincho se o profissional fizer isso.

Como conseguir um guincho para o caminhão carregado?

Agora que você entende por que o guincho não leva o caminhão carregado, ainda resta saber como você pode ser livrar desse tipo de situação. Ao contrário do que pode aparentar à primeira vista, há algumas soluções bem simples que você pode aplicar. Confira.

Busque uma forma de descarregar o veículo

A primeira resposta é um tanto óbvia, mas ainda é válida. Se o veículo for descarregado antes de ser rebocado pelo guincho, não haverá nenhuma restrição real para o serviço. Basta prender o cabo e arrastar o caminhão até um local seguro e lidar com a carga de outra forma.

Claro, não estamos dizendo que você deve largar a mercadoria no meio da estrada e seguir com a sua vida. Seu cliente certamente pediria uma indenização e abriria um processo contra você. Porém, você sempre pode solicitar a outro motorista que busque a carga, ou mesmo que complete a entrega para você e divida o pagamento proporcionalmente ao trajeto. Não será o pagamento completo, mas também vai cortar algum prejuízo.

Peça um seguro para a carga

Se você transporta muitas cargas de alto valor e fica desamparado quando o guincho não leva o caminhão carregado, então, a melhor coisa que você pode fazer é procurar um serviço de proteção que dê cobertura para danos à carga também, incluindo durante o guincho. Dessa forma, o profissional que vier buscar você não terá nenhum motivo para não fazer o seu trabalho.

Apenas tenha em mente que o valor desse seguro será adicionado ao custo da proteção do seu veículo. Além disso, podem haver algumas exigências de segurança para minimizar o risco de que a carga seja danificada durante o guincho. Por exemplo, usar gaiolas ou amortecedores de impacto que evitem que a carga se desloque durante o reboque. Esse investimento ainda é menor do que o prejuízo de perder a carga e o serviço.

Conte com a ajuda de uma Associação de Proteção Veicular

Levando em contas todos os cenários e riscos que já mencionamos, é fácil entender por que tanto o seu caminhão quanto sua carga precisam de alguma garantia. Mesmo que você seja o melhor motorista do mundo e tome todos os cuidados possíveis, nunca se sabe quando chegará um dia ruim. Acidentes são chamados assim por que acontecem sem aviso.

Nesse caso, o que recomendamos é que você se filie a uma Associação de Proteção Veicular. Como o nome indica, se trata de um grupo de caminhoneiros profissionais que se reúnem para buscar essa garantia. Todos contribuem para um fundo de reserva, o qual pode ser assinado para cobrir despesas de emergência, incluindo o guincho.

A principal vantagem aqui é que não há uma preocupação com o lucro empresarial. É apenas uma associação que busca a melhor estabilidade e garantia para seus membros com os recursos disponíveis. Como consequência, o preço fica mais em conta.

Agora que você entende por que o guincho não leva o caminhão carregado e como pode lidar melhor com essa situação, não terá mais tantas dificuldades. Se quiser tirar mais alguma dúvida, deixe um comentário abaixo e logo responderemos!