Conheça novas tecnologias no setor caminhoneiro

10 minutos para ler

A cada dia que passa, diversos setores do mercado e também da vida cotidiana mudam a sua forma de acontecer e existir, graças ao advento das novas tecnologias.

A maneira como nos comunicamos e a forma como consumimos informação e produtos, por exemplo, são atravessadas por vários processos tecnológicos e, por isso, precisamos nos esforçar para não ficar para trás.

Em um cenário de grande competitividade, você, caminhoneiro, também precisa estar atento a essas transformações, cada vez mais velozes, e buscar se modernizar. Afinal, o fator tecnológico otimiza e automatiza inúmeros processos, o que significa diminuição do tempo ocioso, aumento da produtividade e melhoria na prestação dos seus serviços e na sua qualidade de vida.

São várias as tecnologias no setor caminhoneiro que auxiliam na planificação da rota, na segurança do seu veículo e no gerenciamento da frota. Neste post, vamos apresentar algumas delas e daremos dicas de como elas podem melhorar significativamente sua rotina na estrada. Confira!

Por que está ocorrendo uma transformação tecnológica nesse setor?

Na verdade, estamos vivendo na era da revolução tecnológica. As novas tecnologias estão alcançando todo o mundo, e com o setor caminhoneiro não é diferente. As inovações, quando incorporadas, trazem facilidades e ferramentas que possibilitam uma condução mais rentável, eficiente e menos suscetível a acidentes. Depois que essa realidade se estabelece, fica difícil retroceder.

Se você lembrar que, há poucos anos, o câmbio era seco, não havia rastreador, nem GPS, nem Google Maps, muito menos WhatsApp, vai entender por que a tecnologia transforma a rotina em todos os ambientes. Atualmente, com componentes como freio motor e câmbio automático, o caminhoneiro corre muito menos riscos que antes.

Quais os benefícios de utilizar inovações tecnológicas?

Os benefícios das novas tecnologias são inúmeros e vão desde o aumento da lucratividade até a melhoria da qualidade de vida. Hoje, o motorista que passa dias na estrada não precisa mais procurar um telefone público quando quer ter contato com sua família, pois conta com aparelhos móveis para fazer isso.

As ferramentas digitais trazem benefícios para a comunicação, a segurança e o desempenho, sem falar de outros aspectos muito importantes. São eles:

  • possibilidade de monitoramento e rastreio — aumentando a proteção ao caminhoneiro e à carga. Empresas e embarcadoras podem acompanhar o trajeto do transporte em tempo real e obter a localização exata do caminhão;
  • planejamento de rota — com ferramentas de geolocalização que ajudam a escolher melhores opções de trajeto, esse planejamento evita deslocamentos por caminhos mais longos, mais perigosos ou que estejam em piores condições;
  • economia de recursos — esse benefício ocorre principalmente em relação ao combustível, devido aos aplicativos de controle de gastos que calculam a média de valores de postos em tempo real.

Isso sem falar nos vários softwares para caminhoneiros que ajudam a manter a atenção ao volante, controlar a saúde e até monitorar a manutenção do veículo.

Quais as novas tecnologias que mais podem ajudar o caminhoneiro?

As possibilidades são tantas, que é mais fácil citar alguns exemplos de recursos para que você tenha uma visão do que já existe e do que ainda vem por aí. Confira algumas tecnologias já disponíveis para o setor e veja como elas podem ser úteis para seu dia a dia na estrada!

Direção semiautomática

Muitos caminhões protótipos e projetos de várias montadoras como Mercedes-Benz e Scania já contam com a direção semiautomática. Ela não substitui o motorista, mas o auxilia. A iniciativa busca reduzir a quantidade de acidentes, dando mais segurança à carga e ao caminhoneiro, além de reduzir o consumo de combustível.

Caminhões movidos a eletricidade

Caminhões elétricos já são uma realidade. A empresa Corpus testa o primeiro caminhão totalmente elétrico para coleta de lixo que, diferentemente dos modelos a combustível, é mais silencioso, não necessita de embreagem e tem motor com eficiência de 95% (contra 35% dos modelos tradicionais). Além disso, ele não emite gases poluentes.

Conectividade do veículo

A conectividade do caminhão em si já vem sendo trabalhada por montadoras e empresas de transporte. O veículo em movimento gera inúmeros dados que podem ser coletados, desde que a tecnologia para isso exista. Essas informações são extremamente úteis para desenvolver estratégias de melhoria de segurança, logística e redução de custos.

A Bosch, por exemplo, criou o escudo de proteção digital que permite que carros e motos que estão até centenas de metros próximos uns dos outros troquem informações entre si sobre velocidade, posição e direções de viagem. Por isso, mesmo antes que o motorista perceba a presença de uma moto, a tecnologia da conectividade já a detectou. Isso é totalmente inovador para ajudar a criar estratégias de direção defensivas.

Outro exemplo é a Daimler, que desenvolveu um piloto para que três caminhões que andem em comboio se comuniquem por conectividade. Assim, eles podem:

  • reduzir tempos de espera durante as atividades de carga e descarga;
  • evitar congestionamentos;
  • diminuir possibilidade de colisões traseiras;
  • desviar de acidentes etc.

Sistema de Gerenciamento de Armazém

No seu dia a dia em depósitos, você já deve ter escutado a sigla em inglês WMS (Warehouse Management System). Trata-se, na verdade, de um software que auxilia no gerenciamento da armazenagem e que pode trazer inúmeros benefícios em diversas etapas do seu trabalho.

E não pense que somente empresas com vários caminhões e um grande armazém necessitam dessa tecnologia! Pelo contrário: essa automatização aumenta a competitividade de negócios de vários portes, diminuindo os erros de expedição e melhorando a agilidade na preparação dos pedidos.

Isso porque, utilizando-se desse sistema, você pode controlar toda a cadeia logística, desde o recebimento do produto, seu armazenamento e separação até a sua expedição.

A automatização associada à tecnologia de código de barras, por exemplo, permite que, durante o processo de expedição da carga, os clientes recebam um SMS informando a data da entrega. Além disso, por meio de um programa de computador, é possível dar maior prioridade de entrega às cargas urgentes ou perecíveis.

O software ainda pode cruzar dados dos clientes, traçando rotas mais eficientes — já considerando as restrições de circulação, horários e limite de peso — e garantindo que o seu caminhão rode sempre cheio.

Essa sistematização permite ainda que sua empresa conheça a localização exata de armazenamento das mercadorias, o que aumenta a segurança, facilita o escoamento e dá controle preciso do estoque. Isso ajuda você a planejar o abastecimento das linhas de produção, evitando interrupções não programadas.

Sistemas de Gerenciamento de Transporte

Essa tecnologia de gerenciamento do transporte serve para controlar e medir o desempenho de cada operação, com o fornecimento de dados em tempo real por meio do GPS do caminhão.

Ela traz benefícios muito importantes para melhorar a gestão das frotas e dos fretes, calculando o custo-benefício e permitindo visualizar opções de rotas diferentes, com a informação de quais delas são mais ou menos rentáveis. Com isso, você consegue perceber falhas e gargalos e até aperfeiçoar ações futuras.

É importante salientar que um sistema de gerenciamento bem-feito prevê a leitura integrada de diversos dados. Por isso, ele deve começar a ser pensado desde o cadastro de documentos — com contatos e perfis dos clientes, das cargas e das rotas —, passando pelo consumo de combustível estimado, até a formulação de relatórios de desempenho.

Sistemas de rastreamento e monitoração

Com o desenvolvimento das novas tecnologias no setor caminhoneiro, uma das grandes tendências do mercado é a crescente conectividade.

Tanto entre empresas quanto entre caminhoneiros, é cada vez mais comum a troca simultânea de vários dados, seja por meio de aplicativos de mensagens ou por sistemas mais robustos de informações.

Esses softwares, ou aplicativos de comunicação integrada, permitem a troca de informações em tempo real, não somente a partir de mensagens de texto, mas também do compartilhamento de imagens de câmeras acopladas aos veículos e conectados a uma central de monitoramento, por exemplo.

Os sistemas de rastreamento podem obter informações instantâneas sobre a localização da frota, o andamento das viagens e a velocidade média. Quando são reunidos e tratados, esses dados ajudam a sugerir ao caminhoneiro boas opções de parada, oficinas mecânicas mais próximas, além de replanejar estimativas e prazos de entrega baseados em condições reais.

Tecnologias contra o roubo de cargas

Além de auxiliarem no planejamento das entregas, os sistemas de rastreamento também podem ser bastante úteis para a segurança do caminhoneiro na hora de prevenir e, até mesmo, impedir surpresas desagradáveis, como roubo de cargas. Infelizmente, os dados sobre esse tipo de crime em nosso país são alarmantes — o Brasil é campeão mundial no roubo de cargas.

Uma das alternativas para os caminhoneiros é justamente o rastreamento automatizado do seu veículo por satélite em que uma central de segurança pode, por exemplo, constatar a movimentação por uma rota não prevista no plano original e mandar comandos que impeçam a circulação do caminhão.

Numa rede interligada, esse processo de localização e comunicação permite que outros profissionais possam ser informados sobre o crime, promovendo desvios e alertando autoridades. Por isso, a sistematização deve ser encarada como uma importante aliada das empresas e também dos motoristas autônomos.

Outras tecnologias no setor caminhoneiro

Além desses sistemas que destacamos ao longo do post, é preciso que o profissional da estrada esteja atento às mudanças consideráveis que o mercado de transportes vem sofrendo ao longo do tempo.

E isso tem a ver com o avanço de novas tecnologias em setores muito diferentes, como a logística e o meio ambiente.

Assim, estar preparado para as tecnologias do setor caminhoneiro significa também buscar inovações mais automatizadas e racionais para toda a cadeia produtiva.

Na renovação da frota, por exemplo, busque comprar veículos de empresas que se preocupam em desenvolver saídas para reduzir a emissão de gases poluentes, que aumentem o rendimento do caminhão e operem com combustíveis mais limpos.

Além disso, busque sistematizar informações que possam contribuir para manutenções preventivas, que são muito mais baratas. Também use aplicativos que ajudem a monitorar o desgaste dos pneus, dos freios e dos lubrificantes.

Um simples aviso automático de que é hora de trocar algum componente pode representar uma economia e tanto, evitando que seu caminhão fique ocioso.

Como você pôde perceber neste conteúdo, é preciso estar preparado para esse novo mundo tecnológico. E você, já está? Deixe um comentário e dê sua opinião sobre o rumo das novas tecnologias no setor caminhoneiro!

Posts relacionados

Deixe um comentário